Que tal um Feriado em Punta del Este?

By on 20 de novembro de 2013

Localizada em um estreita faixa de areia entre o Atlântico e o Rio da Prata, a uma hora e meia de Montevidéu, Punta del Este reúne em um mesmo lugar todos os elementos necessários a um balneário de sucesso. Tem praias para todos os estilos (desde as de águas calmas ideais para crianças até as mais agitadas), oferece ampla variedade de lojas de grifes e galerias para os visitantes de bolsos mais folgados (a principal clientela do destino). Conta, também, com calçadões e vias de pedestres para serem desfrutadas pelos jovens e cinquentões que desfilam por esse destino conhecido como “a Pérola do Uruguai”. Isso sem falar em uma infraestrutura de primeira, com pousadas charmosas, hotéis com serviço e acomodações impecáveis e restaurantes que, dos mais simples aos estrelados, agradam aos mais variados paladares.

Prepare a carteira, pois os preços por aqui durante o verão sul-americano seguem o mesmo nível dos ricos e famosos que vêm dos países vizinhos. Destinos próximos mais tranquilos como José Ignacio também valem a visita. Situado a 45 quilômetros de Punta, esse antigo vilarejo de pescadores se transformou em um destino hippie-chique que reúne praias mais vazias, bares pé na areia e um estilo rústico típico das cidades de interior do Uruguai.

No entanto, para quem quer badalação, a pegação pode acontecer na areia da praia, mas é em boates em La Barra e La Mansa que a festa realmente acontece.

COMO CHEGAR

São três as formas de se chegar a Punta del Este. A primeira é de avião, desembarcando no Aeroporto Internacional de Punta del Este (www.puntadeleste.aero), a 25 quilômetros do Centro. A TAM (www.tam.com.br) tem voos diários entre São Paulo e Montevidéu e faz o trajeto até Punta com conexão em Buenos Aires. Outra forma de chegar a Punta, já a partir de Montevidéu, é pegar um ônibus no Terminal Tres Cruces, pelas companhias rodoviárias Copsa (www.copsa.com.uy) e Cot (www.cot.com.uy). A terceira maneira é de barco, que pode sair dos portos de Buenos Aires, Montevidéu e Colonia del Sacramento.

COMO CIRCULAR

Esqueça os ônibus, raros e infrequentes, e os táxis, bem caros. Para quem não quer circular muito o ideal é pegar uma bicicleta e encarar os trajetos com disposição. Já para os que querem se aventurar pelas praias e estâncias mais distantes nada como alugar um carro. Há várias locadoras operando no aeroporto.

ONDE FICAR

Pousadas, hotéis-butique, resorts chiquetosos com spa, cavalos e cassino: há de tudo e para (quase) todos em Punta del Este. O ideal é escolher sua hospedagem junto à praia que tem o seu perfil. Para quem deseja passar uma curta temporada por lá vale a pena checar as ofertas de aluguel de casas e apartamentos, uma opção diferenciada, bacana e, muitas vezes, bastante econômica. Entre os serviços que oferecem oportunidades estão Solanas Vacation Club (www.solanasvacation.com.ar), Estar en Punta (www.estarenpunta.com) e Alquilar Punta del Este (www.alquilarpuntadeleste.com).

PRAIAS

José ignacio – praias sossegadas, algumas quase desertas, no maior estilo hippie-chique. Para os que querem relaxar, namorar e, realmente, descansar. Recomendado para famílias e casais.

La Barra – Surfe, azaração e baladas sem fim é o que os visitantes encontrarão nas praias do balneário, como Bikini e Montoya. Para surfistas, jovens, solteiros.

La Brava – É aqui que estão os famosos dedos que brotam da areia. É muito bem estruturada, com serviços de praia. Como o próprio nome diz, as ondas batem forte por aqui.

La Mansa – Muita gente só aparece por aqui por conta da ferveção das boates. De dia, a moçada dá lugar para as famílias em busca da águas calmas para as crianças. A faixa de areia plana é ótima para caminhadas.

ONDE COMER

Punta del Este tem uma excelente oferta de restaurantes, cafés e bares. Algumas das mesas mais disputadas estão em praias mais distantes, daí a necessidade de ter um bom transporte. Aqui você também pode até encontrar excelentes carnes, asados e empanadas, mas não deixe de explorar outras especialidades. Pescados, franceses e italianos estão entre os melhores. Tudo, é claro, acompanhado por um bom vinho uruguaio.

COMPRAS

Na alta estação, boa parte do PIB uruguaio (e dos países vizinhos) está passeando pelas ruas de Punta del Este. É fácil imaginar então quão bem sintonizadas as vitrines locais com as últimas tendências. A Avenida Gorlero é o epicentro deste movimento, principalmente entre a Calle 30 e a Plaza Artigas. Muitas lanchonetes, restaurantes e galerias pelo caminho, oferecendo grifes como Louis Vuitton, Versace e Valentino.

Já na própria Plaza Artigas é montada uma feirinha de artesanatos que acontece todos os dias.

 

Fonte: Viajeaqui Abril

Gostou? Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someoneShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrDigg thisShare on RedditShare on StumbleUpon

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite a resposta para validar: *